Manhã

Print Friendly, PDF & Email

Manhã (Ferreira Gullar)

As portas batem as toalhas voam
o dia se esbaqueia como um pássaro dentro da casa
(ou uma lembrança
dentro da casa)

Véspera do dia em que de repente enlouquecerei.

Publicações relacionadas

Navio que Partes Navio que Partes (Alberto Caeiro) Navio que partes para longe, Por que é ...
Soledades XI Soledades XI (Antonio Machado) Yo voy soñando caminos de la tarde. ¡Las ...
Vidas Secas Vidas Secas (Graciliano Ramos) Resumo: Em nenhum outro romance Graciliano ...
Os Astros Íntimos Os Astros Íntimos (Thiago de Mello Consulto a luz dos meus astros, cada qua...

Deixe uma resposta