Manhã

Print Friendly, PDF & Email

Manhã (Ferreira Gullar)

As portas batem as toalhas voam
o dia se esbaqueia como um pássaro dentro da casa
(ou uma lembrança
dentro da casa)

Véspera do dia em que de repente enlouquecerei.

Publicações relacionadas

Chove ? Nenhuma chuva cai̷... Chove ? Nenhuma chuva cai... (Fernando Pessoa) Chove ? Nenhuma chuva cai... ...
Epigrama (Veneza, 1790) Epigrama (Veneza, 1790) (Johann Wofgang von Goethe) "Maus, para a esquerda!" ...
Um cadáver de poeta Um cadáver de poeta (Álvares de Azevedo) Levem ao t...
Musa traviesa Musa traviesa (José Martí) Mi musa? Es un diablillo Contándolo, me inunda Co...

Deixe uma resposta