Minha terra tem palmares

Print Friendly, PDF & Email

Minha terra tem palmares (Oswald de Andrade)

Minha terra tem palmares
Onde gorjeia o mar
Os passarinhos daqui
Não cantam como os de lá
Minha terra tem mais rosas
E quase que mais amores
Minha terra tem mais ouro
Minha terra tem mais terra
Ouro terra amor e rosas
Eu quero tudo de lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte para lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte pra São Paulo
Sem que veja a Rua 15
E o progresso de São Paulo.

Publicações relacionadas

um bom poema um bom poema (Paulo Leminski) leva anos cinco jogando bola, mais cinco estu...
La casada infiel La casada infiel (Federico Garcia Lorca) A Lydia Cabrera...
Las moscas Las moscas (Antonio Machado) Vosotras, las familiares, inevitables golosas, ...
Solidões Solidões (Mario Benedetti) Tradução Eles tem razão essa felicidade ao me...

Deixe uma resposta