Erro de português

Print Friendly, PDF & Email

Erro de português (Oswald de Andrade)

Quando o português chegou
Debaixo de uma bruta chuva
Vestiu o índio
Que pena!
Fosse uma manhã de sol
O índio tinha despido
O português.

Publicações relacionadas

Poema começado no fim Poema começado no fim (Adélia Prado) Um corpo quer outro corpo. Uma alma que...
Disaires da formosura Disaires da formosura (Gregório de Matos) Rubi, concha de perlas peregrina, ...
A plenos pulmões A plenos pulmões (Vladmir Maiakowski) Tradução ...
Vozes de um Túmulo Vozes de um Túmulo (Augusto dos Anjos) Morri! E a Terra — a mãe comum — o br...

Deixe uma resposta