Se o Homem Fosse

Print Friendly, PDF & Email

Se o Homem Fosse (Alberto Caeiro)

Se o homem fosse, como deveria ser,
Não um animal doente, mas o mais perfeito dos animais.
Animal directo e não indirecto,
Devia ser outra a sua forma de encontrar tini sentido às cousas,
Outra e verdadeira.
Devia haver adquirido um sentido do “conjunto”;
Um sentido como ver e ouvir do “total” elas cousas
E não, como temos, um pensamento do “conjunto”;
E não, como temos, uma idéia, do “total” das cousas.
E assim — veríamos — não teríamos noção do “conjunto” ou do “total”,
Porque o sentido do “total” ou do “conjunto” não vem de um total ou de um conjunto
Mas da verdadeira Natureza talvez nem todo nem partes.

Publicações relacionadas

Farewell Farewell (Pablo Neruda) Desde el fondo de ti, y arrodillado, un niño tr...
Aos Leitores Amigos Aos Leitores Amigos (Johann Wofgang von Goethe) Poetas não podem calar-se, Q...
No meu Prato No meu Prato (Alberto Caeiro) De O ...
Na Minha Terra Na Minha Terra (Álvares de Azevedo) Laisse-toi donc aimer! Oh! l'amour...

Deixe uma resposta