Abat-Jour

Print Friendly, PDF & Email

Abat-Jour (Fernando Pessoa)

A lâmpada acesa
(Outrem a acendeu)
Baixa uma beleza

Sobre o chão que é meu.
No quarto deserto
Salvo o meu sonhar,
Faz no chão incerto
Um círculo a ondear.

E entre a sombra e a luz
Que oscila no chão
Meu sonho conduz
Minha inatenção.

Bem sei … Era dia
E longe de aqui…
Quanto me sorria
O que nunca vi!

E no quarto silente
Com a luz a ondear
Deixei vagamente
Até de sonhar…

Publicações relacionadas

O amigo dedicado O amigo dedicado (Oscar Wilde) por Oscar Wilde Certa manhã o velho Rato d'...
Danza da Lúa en Santiago Danza da Lúa en Santiago (Federico Garcia Lorca) Seis Poemas Galegos (1935) ...
Saudação Saudação (Adélia Prado) Ave, Maria! Ave, carne florescida em Jesus. Ave, s...
Reyerta Reyerta (Federico Garcia Lorca) En la mitad del barranco las navajas de Alba...

Deixe uma resposta