Abat-Jour

Print Friendly, PDF & Email

Abat-Jour (Fernando Pessoa)

A lâmpada acesa
(Outrem a acendeu)
Baixa uma beleza

Sobre o chão que é meu.
No quarto deserto
Salvo o meu sonhar,
Faz no chão incerto
Um círculo a ondear.

E entre a sombra e a luz
Que oscila no chão
Meu sonho conduz
Minha inatenção.

Bem sei … Era dia
E longe de aqui…
Quanto me sorria
O que nunca vi!

E no quarto silente
Com a luz a ondear
Deixei vagamente
Até de sonhar…

Publicações relacionadas

Cantiga de Malazarte Cantiga de Malazarte (Murilo Mendes) Eu sou o olhar que penetra nas camadas d...
A Mário de Andrade ausente A Mário de Andrade ausente (Manuel Bandeira) Anunciaram que você morreu. Me...
Turning point Turning point (Mario Benedetti) Do livro "Inv...
Sofredora Sofredora (Augusto dos Anjos) Cobre-lhe a fria palidez do rosto O sendal da ...

Deixe uma resposta