Sabe-te aqui

Print Friendly, PDF & Email

Sabe-te aqui (Mario Benedetti)

Tradução

Podes querer o alvorecer
quando queiras
conservei intacta
tua paisagem
podes querer o alvorecer
quando ames
vir a reclamar-te
como eras
ainda que já não sejas vós
ainda que meu amor te espere
queimando-te em teu azar
e teu sonho seja isso
e muito mais
esta noite outra noite
aqui estarás
e quando gemer o tempo
giratório
nesta paz agora
dirás
quero esta paz
agora podes
vir a reclamar
penetrar em tua noite
de alegre angústia
reconhecer teu tíbio
coração sem desculpas
os quadros
as paredes
saber-te aqui
hei conservado intacto
tua paisagem
mas não sei até aonde
está intacto sem vós
podes querer o amanhecer
quando queiras
vir a reclamar-te
como eras
ainda que o passado seja
sem piedade
e hostil
ainda que contigo tragas
dor e outros milagres
ainda que sejas outro rosto
de teu céu para mim

Publicações relacionadas

Aparição Aparição (Cruz e Souza) Por uma estrada de astros e perfumes A Sa...
Desencontrários Desencontrários (Paulo Leminski) Mandei a palavra rimar. Ela não me obedeceu...
Um pai-nosso latino-americano Um pai-nosso latino-americano (Mario Benedetti) ...
A Rua dos Cataventos A Rua dos Cataventos (Mário Quintana) Da vez primeira em que me assassinaram,...

Deixe uma resposta