Bate a luz no cimo…

Print Friendly, PDF & Email

Bate a luz no cimo… (Fernando Pessoa)

Bate a luz no cimo
Da montanha, vê…
Sem querer eu cismo
Mas não sei em quê….
Não sei que perdi
Ou que nãoachei…
Vida que vivi,
Que mal eu a amei !…

Hoje quero tanto
Que o não posso ter,
De manhã há o pranto
E ao anoitecer…

Tomara eu ter jeito
Para ser feliz…
Como o mundo é estreito,
E o pouco que eu quis !

Vai morrendo a luz
No alto da montanha…
Como um rio a flux
A minha alma banha,

Mas não me acarinha,
Não me acalma nada…
Pobre criancinha
Perdida na estrada !…

Publicações relacionadas

Quem não sabe de ajuda Quem não sabe de ajuda (Bertold Brecht) Como pode a voz que vem das casas Se...
Balada feroz Balada feroz (Vinicius de Moraes Canta uma esperança desatinada para que enfu...
Erro de português Erro de português (Oswald de Andrade) Quando o português chegou Debaixo de u...
Vida obscura Vida obscura (Cruz e Souza) Ninguém sentiu o teu espasmo obscuro, Ó ser humi...

Deixe uma resposta