Brilha uma voz na noite …

Print Friendly, PDF & Email

Brilha uma voz na noite … (Fernando Pessoa)

Brilha uma voz na noite
De dentro de Fora ouvi-a…
Ó Universo, eu sou-te…
Oh, o horror da alegria
Deste pavor, do archote
Se apagar, que me guia!
Cinzas de idéia e de nome
Em mim, e a voz:Ó mundo,
Sermente em ti eu sou-me…
Mero eco demim, me inundo
De ondas de negro lume
Em que pra Deus me afundo.

Publicações relacionadas

Ouço dizer que contra mim foi ... Ouço dizer que contra mim foi alegado (Walt Whitman) Ouço dizer que contra mi...
Agonia de um Filósofo Agonia de um Filósofo (Augusto dos Anjos) Consulto o Phtah-Hotep. Leio o obso...
Danza da Lúa en Santiago Danza da Lúa en Santiago (Federico Garcia Lorca) Seis Poemas Galegos (1935) ...
El sur El sur (Jorge Luis Borges) Desde uno de tus patios haber mirado las antiguas...

Deixe uma resposta