Leve

Print Friendly, PDF & Email

Leve (Alberto Caeiro)

De O Guardador de Rebanhos

Leve, leve, muito leve,
Um vento muito leve passa,
E vai-se, sempre muito leve.
E eu não sei o que penso
Nem procuro sabê-lo.

Publicações relacionadas

Bandônion Bandônion (Mario Benedetti) Do livro "Inventá...
Inviation au Voyage Inviation au Voyage (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Felipe D’Olivei...
Digo sim Digo sim (Ferreira Gullar) Poderia dizer que a vida é bela, e muito, e qu...
Datilógrafo Datilógrafo (Mario Benedetti) Do livro "Poema...

Deixe uma resposta