Murmúrio

Print Friendly, PDF & Email

Murmúrio (Cecília Meireles)

Traze-me um pouco das sombras serenas
que as nuvens transportam por cima do dia!
Um pouco de sombra apenas,
– vê que nem te peço alegria.

Traze-me um pouco da alvura dos luares
que a noite sustenta no seu coração!
A alvura apenas dos ares:
– vê que nem te peço ilusão.

Traze-me um pouco da tua lembrança,
aroma perdido, saudade da flor!
– Vê que nem te digo – esperança!
-Vê que nem sequer sonho – amor!

Publicações relacionadas

Balada Balada (Florbela Espanca) Amei-te muito, e eu creio que me quiseste Também p...
Expectativas Expectativas (Mario Benedetti) Do livro "Per...
A balada do cárcere de Reading... A balada do cárcere de Reading (Oscar Wilde) Ele não trajava a sua túnica esc...
No segundo ano de minha fuga No segundo ano de minha fuga (Bertold Brecht) No segundo ano de minha fuga L...

Deixe uma resposta