Os maus e os bons

Print Friendly, PDF & Email

Os maus e os bons (Bertold Brecht)

“Os maus temem tuas garras
Os bons se alegram de tua graça.
Algo assim
Gostaria de ouvir
Do meu verso.”

Publicações relacionadas

Los Espejos Los Espejos (Jorge Luis Borges) Yo que sentí el horror de los espejos no só...
A ponto de partir A ponto de partir (Ana Cristina Cesar) A ponto de partir, já sei que noss...
Para um estranho Para um estranho (Walt Whitman) Tradução de Oswaldino Marques Estranho q...
Oração Oração (Charles Pierre Baudelaire) T...

Deixe uma resposta