Porquinho-da-Índia

Print Friendly, PDF & Email

Porquinho-da-Índia (Manuel Bandeira)

Quando eu tinha seis anos
Ganhei um porquinho-da-índia.
Que dor de coração me dava
Porque o bichinho só queria estar debaixo do fogão!
Levava ele prá sala
Pra os lugares mais bonitos mais limpinhos
Ele não gostava:
Queria era estar debaixo do fogão.
Não fazia caso nenhum das minhas ternurinhas . . .

— O meu porquinho-da-índia foi minha primeira namorada.

Publicações relacionadas

A maior Tortura A maior Tortura (Florbela Espanca) A um grande poeta de Portugal Na vid...
A Lágrima A Lágrima (Augusto dos Anjos) - Faça-me o obséquio de trazer reunidos Cloret...
O homem público N. 1 (Antologi... O homem público N. 1 (Antologia) (Ana Cristina Cesar) Tarde aprendi bom mes...
Pastor do Monte Pastor do Monte (Alberto Caeiro) Pastor do monte, tão longe de mim com as t...

Deixe uma resposta