Para ler de manhã e à noite

Print Friendly, PDF & Email

Para ler de manhã e à noite (Bertold Brecht)

Aquele que amo
Disse-me
Que precisa de mim.
Por isso
Cuido de mim
Olho meu caminho
E receio ser morta
Por uma só gota de chuva.

Publicações relacionadas

O amigo dedicado O amigo dedicado (Oscar Wilde) por Oscar Wilde Certa manhã o velho Rato d'...
Inventario galante Inventario galante (Antonio Machado) Tus ojos me recuerdan las noches de ve...
Vai Alta no Céu Vai Alta no Céu (Alberto Caeiro) Vai alta no céu a lua da Primavera Penso em ...
Quase um réquiem Quase um réquiem (Mario Benedetti) Do livro "...

Deixe uma resposta