Para ler de manhã e à noite

Print Friendly, PDF & Email

Para ler de manhã e à noite (Bertold Brecht)

Aquele que amo
Disse-me
Que precisa de mim.
Por isso
Cuido de mim
Olho meu caminho
E receio ser morta
Por uma só gota de chuva.

Publicações relacionadas

Seja o que For Seja o que For (Alberto Caeiro) Seja o que for que esteja no centro do Mun...
Anseios Anseios (Florbela Espanca) Meu doido coração aonde vais, No teu imenso ansei...
Cismar Cismar (Álvares de Azevedo) Fala-me, anjo de luz! és glorioso À minha vista ...
A Criança A Criança (Alberto Caeiro) A criança que pensa em fadas e acredita nas f...

Deixe uma resposta