A uma que lhe chamou pica-flor

Print Friendly, PDF & Email

A uma que lhe chamou pica-flor (Gregório de Matos)

Se Pica-flor me chamais
Pica-flor aceito ser
mas resta agora saber
se no nome que me dais
meteis a flor que guardais
no passarinho melhor.
Se me dais este favor
sendo só de mim o Pica
e o mais vosso, claro fica
que fico então Pica-flor.

Publicações relacionadas

Retrato do artista quando cois... Retrato do artista quando coisa (Manoel de Barros) A maior riqueza do homem ...
Salário Salário (Mario Benedetti) Do livro "Poemas do...
Morte Vida Severina Morte Vida Severina (João Cabral de Melo Neto) ------------------------------...
A Bruxa A Bruxa (Carlos Drummond de Andrade) Nesta cidade do Rio, de dois milhões d...

Deixe uma resposta