Poesia 1970

Print Friendly, PDF & Email

Poesia 1970 (Paulo Leminski)

Tudo o que eu faço
Alguém em mim que eu desprezo
Sempre acha o máximo.

Mal rabisco,
Não dá mais pra mudar nada.
Já é um clássico.

Publicações relacionadas

P.M.S.L. P.M.S.L. (Ferreira Gullar) Impossivel é não odiar estas manhãs sem teto e...
Vozes do Mar Vozes do Mar (Florbela Espanca) Quando o sol vai caindo sobre as águas Num n...
Canção – XXXVIII (T) Canção - XXXVIII (Antonio Machado) ...
Caput Immortale Caput Immortale (Augusto dos Anjos) Na dinâmica aziaga das descidas, Aglomer...

Deixe uma resposta