Poesia 1970

Print Friendly, PDF & Email

Poesia 1970 (Paulo Leminski)

Tudo o que eu faço
Alguém em mim que eu desprezo
Sempre acha o máximo.

Mal rabisco,
Não dá mais pra mudar nada.
Já é um clássico.

Publicações relacionadas

Súplica Súplica (Florbela Espanca) Olha pra mim, amor, olha pra mim; Meus olhos anda...
Psicologia de um Vencido Psicologia de um Vencido (Augusto dos Anjos) Eu, filho do carbono e do amonía...
Minha boemia Minha boemia (Arthur Rimbaud) Traduç...
A dor A dor (Cruz e Souza) Torva Babel das lágrimas, dos gritos, Dos so...

Deixe uma resposta