Poesia 1970

Print Friendly, PDF & Email

Poesia 1970 (Paulo Leminski)

Tudo o que eu faço
Alguém em mim que eu desprezo
Sempre acha o máximo.

Mal rabisco,
Não dá mais pra mudar nada.
Já é um clássico.

Publicações relacionadas

Folhas de Rosa Folhas de Rosa (Florbela Espanca) Todas as prendas que me deste, um dia, Gua...
Quase Quase (Mário de Sá Carneiro) Um pouco mais de sol - eu era brasa, Um pouco m...
Satã Satã (Cruz e Souza) Capro e revel, com os fabulosos cornos Na fro...
Flor do mar Flor do mar (Augusto dos Anjos) És da origem do mar, vens do secreto, ...

Deixe uma resposta