Para o livro do Aníbal Beça

Noite morta Noite morta (Manuel Bandeira) Noite morta. Junto ao poste de iluminação Os ...
Tabacaria Tabacaria (Álvaro de Campos) Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso qu...
Se Eu Morresse Amanhã! Se Eu Morresse Amanhã! (Alvares Azevedo) Se eu morresse amanhã, viria ao meno...
Oferta Oferta (Oswald de Andrade) Quem sabe Se algum dia Traria O elevador Até...

Deixe uma resposta