Poemas breves

Print Friendly, PDF & Email

Poemas breves (Mário Quintana)

O luar
O luar,
é a luz do Sol que está sonhando

—————————————-

O tempo não pára!
A saudade é que faz as coisas pararem no tempo…

—————————————–

…os verdadeiros versos não são para embalar,
mas para abalar…

——————————————

A grande tristeza dos rios é não poderem levar a tua imagem…

Publicações relacionadas

Canto íntimo Canto íntimo (Augusto dos Anjos) Meu amor, em sonhos erra, Muito longe, alti...
Pranto para comover Jonathan Pranto para comover Jonathan (Adélia Prado) Os diamantes são indestrutíveis? ...
Preceito 01 Preceito 01 (Gregório de Matos) Que de quilombos que tenho com mestres su...
El Cómplice El Cómplice (Jorge Luis Borges) Me crucifican y yo debo ser la cruz y los cla...

Deixe uma resposta