Poemas breves

Print Friendly, PDF & Email

Poemas breves (Mário Quintana)

O luar
O luar,
é a luz do Sol que está sonhando

—————————————-

O tempo não pára!
A saudade é que faz as coisas pararem no tempo…

—————————————–

…os verdadeiros versos não são para embalar,
mas para abalar…

——————————————

A grande tristeza dos rios é não poderem levar a tua imagem…

Publicações relacionadas

Los Espejos Los Espejos (Jorge Luis Borges) Yo que sentí el horror de los espejos no só...
Mucho más grave Mucho más grave (Mario Benedetti) Todas las parcelas de mi vida tienen algo t...
El Ausente El Ausente (Octavio Paz) Dios insaciable que mi insomnio alimenta; Dios...
A donzela e o fantasma –... A donzela e o fantasma - IV (Oscar Wilde) CAPÍTULO IV No dia imediato o fa...

Deixe uma resposta