Poemas breves

Print Friendly, PDF & Email

Poemas breves (Mário Quintana)

O luar
O luar,
é a luz do Sol que está sonhando

—————————————-

O tempo não pára!
A saudade é que faz as coisas pararem no tempo…

—————————————–

…os verdadeiros versos não são para embalar,
mas para abalar…

——————————————

A grande tristeza dos rios é não poderem levar a tua imagem…

Publicações relacionadas

Llanto y coplas Llanto y coplas (Antonio Machado) Al fin, una pulmonía mató a Don Guido, y e...
Vive dentro de mim Vive dentro de mim (Cora Coralina) Vive dentro de mim uma cabocla velha de ...
Que assim te afague… Que assim te afague... (Johann Wofgang von Goethe) Que assim te afague, ó meu...
No Claustro No Claustro (Augusto dos Anjos) Pelas do claustro salas silenciosas De lutul...

Deixe uma resposta