Canção da garoa

Print Friendly, PDF & Email

Canção da garoa (Mário Quintana)

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda…

Publicações relacionadas

Vagabundo Vagabundo (Álvares de Azevedo) "Eat, drink, and love; what can the rest avail...
Correspondências Correspondências (Charles Pierre Baudelaire) A natureza é um templo em que vi...
Oceano Nox Oceano Nox (Antero de Quental) Junto do mar, que erguia gravemente A trágica...
Parâmetro Parâmetro (Adélia Prado) Deus é mais belo que eu. E não é jovem. Isto sim, ...

Deixe uma resposta