Canção da garoa

Print Friendly, PDF & Email

Canção da garoa (Mário Quintana)

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda…

Publicações relacionadas

Cravo de noiva Cravo de noiva (Augusto dos Anjos) Cravo de noiva. A nívea cor de cera Que o...
Ausência Ausência (Vinicius de Moraes Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os...
Um Renque de Árvores Um Renque de Árvores (Alberto Caeiro) ...
Tu, Místico Tu, Místico (Alberto Caeiro) Tu, místico, vês uma significação em todas as ...

Deixe uma resposta