Canção da garoa

Print Friendly, PDF & Email

Canção da garoa (Mário Quintana)

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda…

Publicações relacionadas

Agregado infeliz de sangue e c... Agregado infeliz de sangue e cal... (Augusto dos Anjos) Consulto o Phtah-Hote...
Sabe-te aqui Sabe-te aqui (Mario Benedetti) Tradução Podes querer o alvorecer quando q...
Tentanda via Tentanda via (Antero de Quental) d...
O Laço de Fita O Laço de Fita (Castro Alves) Não sabes crianças? 'Stou louco de amores... ...

Deixe uma resposta