Apagar-me

Print Friendly, PDF & Email

Apagar-me (Paulo Leminski)

Apagar-me
diluir-me
desmanchar-me
até que depois
de mim
de nós
de tudo
não reste mais
que o charme.

Publicações relacionadas

Pobres das Flores Pobres das Flores (Alberto Caeiro) ...
Tres recuerdos del cielo Tres recuerdos del cielo (Rafael Alberti) H...
Ultima visão Ultima visão (Augusto dos Anjos) Quando o homem resgatado da cegueira Vir De...
Vozes de um Túmulo Vozes de um Túmulo (Augusto dos Anjos) Morri! E a Terra — a mãe comum — o br...

Deixe uma resposta