Encontro de assombrar na catedral

Print Friendly, PDF & Email

Encontro de assombrar na catedral (Ana Cristina Cesar)

Frente a frente, derramando enfim todas as
palavras, dizemos, com os olhos, do silêncio que
não é mudez.
E não toma medo desta alta compadecida
passional, desta crueldade intensa que te
toma as duas mãos.

Publicações relacionadas

Os Deuses Os Deuses (Ricardo Reis) Os deuses desterrados. Os irmãos de Saturno, Às ...
Minha Árvore Minha Árvore (Augusto dos Anjos) Olha: É um triângulo estéril de ínvia estrad...
A fonte de sangue A fonte de sangue (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Theophilo Dias ...
A Espantosa Realidade das Cous... A Espantosa Realidade das Cousas (Alberto Caeiro) A espantosa realidade...

Deixe uma resposta