Assim como falham as palavras

Print Friendly, PDF & Email

Assim como falham as palavras (Alberto Caeiro)

Assim como falham as palavras quando querem exprimir qualquer pensamento,
Assim falham os pensamentos quando querem exprimir qualquer realidade,
Mas, como a realidade pensada não é a dita mas a pensada.
Assim a mesma dita realidade existe, não o ser pensada.
Assim tudo o que existe, simplesmente existe.
O resto é uma espécie de sono que temos, infância da doença.
Uma velhice que nos acompanha desde a infância da doença.

Publicações relacionadas

Há poesia Há poesia (Oswald de Andrade) Há poesia na dor na flor no beija-flor no e...
O Mar O Mar (Augusto dos Anjos) O mar é triste como um cemitério, Cada rocha é uma...
Post mortem Post mortem (Augusto dos Anjos) Quando do amor das Formas inefáveis ...
Tulipa real Tulipa real (Cruz e Souza) Carne opulenta, majestosa, fina, Do so...

Deixe uma resposta