Assim como falham as palavras

Print Friendly, PDF & Email

Assim como falham as palavras (Alberto Caeiro)

Assim como falham as palavras quando querem exprimir qualquer pensamento,
Assim falham os pensamentos quando querem exprimir qualquer realidade,
Mas, como a realidade pensada não é a dita mas a pensada.
Assim a mesma dita realidade existe, não o ser pensada.
Assim tudo o que existe, simplesmente existe.
O resto é uma espécie de sono que temos, infância da doença.
Uma velhice que nos acompanha desde a infância da doença.

Publicações relacionadas

Todas as vidas Todas as vidas (Cora Coralina) Vive dentro de mim uma cabocla velha de mau-...
O anel de vidro O anel de vidro (Manuel Bandeira) Aquele pequenino anel que tu me deste, – A...
Perfume exótico Perfume exótico (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Osório Dutra Quan...
Mote Mote (Gregório de Matos) De dous ff se compõe esta cidade a meu ver ...

Deixe uma resposta