Assim como falham as palavras

Print Friendly, PDF & Email

Assim como falham as palavras (Alberto Caeiro)

Assim como falham as palavras quando querem exprimir qualquer pensamento,
Assim falham os pensamentos quando querem exprimir qualquer realidade,
Mas, como a realidade pensada não é a dita mas a pensada.
Assim a mesma dita realidade existe, não o ser pensada.
Assim tudo o que existe, simplesmente existe.
O resto é uma espécie de sono que temos, infância da doença.
Uma velhice que nos acompanha desde a infância da doença.

Publicações relacionadas

Na Minha Terra Na Minha Terra (Álvares de Azevedo) Laisse-toi donc aimer! Oh! l'amour...
No te salves No te salves (Mario Benedetti) No te quedes inmóvil al borde del camino, no...
Triste Regresso Triste Regresso (Augusto dos Anjos) Uma vez um poeta, um tresloucado, Apaixo...
Poema com absorvências Poema com absorvências (Adélia Prado) Poema com absorvências no totalmeute p...

Deixe uma resposta