Fausto – Parte I (1806) – resumo

Print Friendly, PDF & Email

Fausto – Parte I (1806) – resumo (Johann Wofgang von Goethe)

A sede de onipotência de Fausto leva-o a dominar várias ciências, ansiando por transformar-se numa espécie de deus, com acesso ilimitado a todas as manifestações da natureza, mas nenhuma o conduz ao mistério da existência.

Quando Fausto tem consciência de seus limites, Mefistófeles entra em cena. O demônio se oferece para conduzi-lo a um novo universo e, em troca, Fausto se entrega a Mefistófeles.

O encontro de Fausto e Margarida constitui o motivo central da peça.

A jovem é a personificação da inocência e da pureza, atraindo a paixão de Fausto.

Mefistófeles não tem poder sobre Margarida, já que ela está mais próxima de Deus.

Através da insistência de Fausto, Mefistófeles consegue a aproximação dos dois.

Para poder possuí-la, Fausto dá a Margarida um sonífero destinado à sua mãe, que, na verdade, era um veneno que Mefistófeles preparara, e, em conseqüência, a mãe da jovem morrerá.

Valentim, irmão de Margarida, é morto por Fausto.

Ciente de sua desgraça, Margarida sente todas as forças do mal (O bem aprende com o mal, através de seus excessos).

Ao dar à luz ao filho de Fausto, não vê outra saída, senão matá-lo.

Publicações relacionadas

A balada do cárcere de Reading... A balada do cárcere de Reading (Oscar Wilde) Ele não trajava a sua túnica esc...
Guitarra del meson Guitarra del meson (Antonio Machado) Guitarra del Mesón que hoy suenas jota, ...
Cismar Cismar (Álvares de Azevedo) Fala-me, anjo de luz! és glorioso À minha vista ...
O Condenado O Condenado (Augusto dos Anjos) Folga a justiça e ...

Deixe uma resposta