Irene no céu

Print Friendly, PDF & Email

Irene no céu (Manuel Bandeira)

Irene preta
Irene boa
Irene sempre de bom humor.

Imagino Irene entrando no céu:
— Licença, meu branco!
E São Pedro bonachão:
— Entra, Irene. Você não precisa pedir licença.

Publicações relacionadas

El Principito – XXI El Principito - XXI (Antoine de Saint-Exupéry) ... A raposa calou-se e consi...
Tratado geral das grandezas do... Tratado geral das grandezas do ínfimo (Manoel de Barros) A poesia está guarda...
Regina Coeli Regina Coeli (Cruz e Souza) Ó Virgem branca, Estrela dos altares, ...
Elogio da Dialética Elogio da Dialética (Bertold Brecht) A injustiça passeia pelas ruas com passo...

Deixe uma resposta