Andorinha

Print Friendly, PDF & Email

Andorinha (Manuel Bandeira)

Andorinha lá fora está dizendo:
— “Passei o dia à toa, à toa!”

Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste!
Passei a vida à toa, à toa . .

Publicações relacionadas

Flor do mar Flor do mar (Cruz e Souza) És da origem do mar, vens do secreto, ...
Poema Sujo – um fragment... Poema Sujo - um fragmento: "Velocidades" (Ferreira Gullar) Mas na cidade havi...
Il Trovatore Il Trovatore (Augusto dos Anjos) Canta da torre o trovador saudoso - Addio...
Aos caramurus da Bahia Aos caramurus da Bahia (Gregório de Matos) Um calção de pindoba à meia zorra ...

Deixe uma resposta