O bicho

Print Friendly, PDF & Email

O bicho (Manuel Bandeira)

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os
detritos.

Quando achava alguma
coisa,
Não examinava nem
cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era
um homem.

Publicações relacionadas

Canto íntimo Canto íntimo (Augusto dos Anjos) Meu amor, em sonhos erra, Muito longe, alti...
A descoberta A descoberta (Oswald de Andrade) Seguimos nosso caminho por este mar de longo...
Afetos Afetos (Augusto dos Anjos) Bendito o amor que infiltra n’alma o enleio E san...
Pensão familiar Pensão familiar (Manuel Bandeira) Jardim da pensãozinha burguesa. Gatos espa...

Deixe uma resposta