O bicho

Print Friendly, PDF & Email

O bicho (Manuel Bandeira)

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os
detritos.

Quando achava alguma
coisa,
Não examinava nem
cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era
um homem.

Publicações relacionadas

Antífona Antífona (Cruz e Souza) Ó Formas alvas, brancas, Formas claras De luares, de...
Coração frio Coração frio (Augusto dos Anjos) Frio o sagrado coração da lua, Teu coração ...
A dor A dor (Cruz e Souza) Torva Babel das lágrimas, dos gritos, Dos so...
Caput Immortale Caput Immortale (Augusto dos Anjos) Na dinâmica aziaga das descidas, Aglomer...

Deixe uma resposta