O bicho

Print Friendly, PDF & Email

O bicho (Manuel Bandeira)

Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os
detritos.

Quando achava alguma
coisa,
Não examinava nem
cheirava:
Engolia com voracidade.

O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.

O bicho, meu Deus, era
um homem.

Publicações relacionadas

Memorándum Memorándum (Mario Benedetti) Uno llegar e incorporarse el día Dos respirar ...
Correspondências Correspondências (Charles Pierre Baudelaire) A natureza é um templo em que vi...
A Geramano Meireles A Geramano Meireles (Antero de Quental) ...
O albatroz O albatroz (Charles Pierre Baudelaire) ...

Deixe uma resposta