Sentimentos carnais

Print Friendly, PDF & Email

Sentimentos carnais (Augusto dos Anjos)

Sentimentos carnais, esses que agitam
Todo o teu ser e o tornam convulsivo…
Sentimentos indômitos que gritam
Na febre intensa de um desejo altivo.

Ânsias mortais, angústias que palpitam,
Vãs dilacerações de um sonho esquivo,
Perdido, errante, pelos céus, que fitam
Do alto, nas almas, o tormento vivo.

Vãs dilacerações de um Sonho estranho,
Errante, como ovelhas de um rebanho,
Na noite de hóstias de astros constelada…

Errante, errante, ao turbilhão dos ventos,
Sentimentos carnais, vãos sentimentos
De chama pelos tempos apagada…

Publicações relacionadas

Neste momento terno e pensativ... Neste momento terno e pensativo (Walt Whitman) Neste momento terno e pensativ...
Quero a vitória Quero a vitória (Paulo Leminski) quero a vitória do time de várzea ...
Toada sem alcool Toada sem alcool (Mário de Andrade) ... Ninguém sabe da solitude Que enche ...
Deusa Serena Deusa Serena (Cruz e Souza) Espiritualizante Formosura Gerada nas...

Deixe uma resposta