Os componentes da banda

Print Friendly, PDF & Email

Os componentes da banda – trechos do livro (Adélia Prado)

“Viver está ficando difícil demais, ganhar a vida é como ganhar uma guerra, são precisas batalhas, mortos, mutilados.”

“Um menino abandonado não chora ininterruptamente, distrai-se a intervalos com a formiguinha na areia, chora, distrai-se, chora, distrai-se, como a humanidade.”

” … tristeza é tão antipedagógico”

“Quem me dera ser santa como ela, pensar só em Deus, não ter medo de nada. Me surpreendo cansada da minha família, com um pensamento inédito, muito esquisito: não quero gostar deles, mais não. Que se arrumem. Quero ser só eu. De repente sou uma equilibrista muito cansada de suster a todos por um cordel. Vou deixar cair.”

“Minha melhor palavra é a que eu não governo.”

“A ciência não salva, porque insiste em chamar as coisas por seus nomes e quem suporta isso?

“Por isso, talvez, eu goste de cemitérios, porque lá já se morreu, não se corre mais riscos.”

“… o meu desejo de ordem , na fragmentação sem fim que é a minha vida e me produz cansaço e raiva, raiva e cansaço.”

“Desejo a máquina do tempo para que não haja o havido e eu recomece misericordiosamente. … Por que as pessoas não me recriminam? … Tenho horror de mim. ”

“Amanhã é finados. As pessoas vão ao cemitério porque sentem saudade do seu próprio enterro. Por isso é alegre visitar o campo santo. Sentir saudades nunca é só melancólico, é sempre meio bom. Eu gosto, lembra o fim do mundo, acontecimento que aguardo com impaciência.”

“Deus me protege contra o assassinato.”

Prado, Adélia – Os componentes da banda / Adélia Prado – São Paulo: Record, 2006.ISBN 9788501075154

Publicações relacionadas

A la muerte de Rubén Darío A morte de Rubén Darío (Antonio Machado) Si era toda en tu verso la armonía d...
Canção Canção (Fernando Pessoa) Silfos ou gnomos tocam?... Roçam nos pinheirais ...
Um cadáver de poeta Um cadáver de poeta (Álvares de Azevedo) Levem ao t...
Vagabundo Vagabundo (Álvares de Azevedo) "Eat, drink, and love; what can the rest avail...

Deixe uma resposta