Resumo

Print Friendly, PDF & Email

Resumo (Adélia Prado)

Gerou os filhos, os netos,
deu à casa o ar de sua graça
e vai morrer de câncer.
O modo como pousa a cabeça para um retrato
é o da que, afinal, aceitou ser dispensável.
Espera, sem uivos, a campa, a tampa, a inscrição:
1906-1970
SAUDADE DOS SEUS, LEONORA.

Publicações relacionadas

Pecadora Pecadora (Augusto dos Anjos) Arte ingrata! E conquanto, em desalento, A órb...
Infeliz Infeliz (Augusto dos Anjos) Alma viúva das paixões da vida, Tu que, na estra...
A Esmola de Dulce A Esmola de Dulce (Augusto dos Anjos) Ao Alfredo A. E todo o dia eu vou co...
Vestida de preto Vestida de preto (Mário de Andrade) Tanto andam agora preocupados em definir ...

Deixe uma resposta