3 de Maio

Print Friendly, PDF & Email

3 de Maio (Oswald de Andrade)

Aprendi com meu filho de dez anos
Que a poesia é a descoberta
Das coisas que eu nunca vi.

Publicações relacionadas

Veinte poemas de amor y una ca... Veinte poemas de amor y una canción desesperada - 06 (Pablo Neruda) Te recuer...
A giganta A giganta (Charles Pierre Baudelaire) ...
Dos milagres Dos milagres (Mário Quintana) O milagre não é dar vida ao corpo extinto, Ou ...
Vilegiatura Vilegiatura (Álvaro de Campos) O sossego da noite, na vilegiatura do alto; O...

Deixe uma resposta