3 de Maio

Print Friendly, PDF & Email

3 de Maio (Oswald de Andrade)

Aprendi com meu filho de dez anos
Que a poesia é a descoberta
Das coisas que eu nunca vi.

Publicações relacionadas

Aberração Aberração (Augusto dos Anjos) Na velhice automática e na infância, (Hoje, on...
Bem no Fundo Bem no Fundo (Paulo Leminski) No fundo, no fundo, bem lá no fundo, a gent...
A fonte de sangue A fonte de sangue (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Theophilo Dias ...
Vox Victiae Vox Victiae (Augusto dos Anjos) Morto! Consciência quieta haja o assassino ...

Deixe uma resposta