3 de Maio

Print Friendly, PDF & Email

3 de Maio (Oswald de Andrade)

Aprendi com meu filho de dez anos
Que a poesia é a descoberta
Das coisas que eu nunca vi.

Publicações relacionadas

A Ideia A Ideia (Augusto dos Anjos) De onde ela vem?! De que matéria bruta Vem essa ...
Queixas Noturnas Queixas Noturnas (Augusto dos Anjos) Quem foi que viu a minha Dor chorando?! ...
Mulher e Gata Mulher e Gata (Paul Verlaine) Ela brincava com a gata E era admirável ver as...
A Inês A Inês (George Gordon Byron) Não me sorrias à sombria fronte, Ai! sorrir eu ...

Deixe uma resposta