Vontade de dormir

Print Friendly, PDF & Email

Vontade de dormir (Mário de Sá Carneiro)

Fios de oiro puxam por mim
a soerguer-me na poeira —
Cada um para seu fim,
Cada um para seu norte…
……………………………………………………………
— Ai que saudade da morte…
………………………………………………………….
Quero dormir… ancorar…
……………………………………………………………

Arranquem-me esta grandeza!
— P’ra que me sonha a beleza
Se a não posso transmigrar?…

Publicações relacionadas

Ustedes y nosotros Ustedes y nosotros (Mario Benedetti) Ustedes cuando aman exigen bienestar ...
A alma do vinho A alma do vinho (Charles Pierre Baudelaire) ...
Se Eu Pudesse Se Eu Pudesse (Alberto Caeiro) De O...
Versos Versos (Antero de Quental) (escritos num exemplar das...

Deixe uma resposta