Vontade de dormir

Print Friendly, PDF & Email

Vontade de dormir (Mário de Sá Carneiro)

Fios de oiro puxam por mim
a soerguer-me na poeira —
Cada um para seu fim,
Cada um para seu norte…
……………………………………………………………
— Ai que saudade da morte…
………………………………………………………….
Quero dormir… ancorar…
……………………………………………………………

Arranquem-me esta grandeza!
— P’ra que me sonha a beleza
Se a não posso transmigrar?…

Publicações relacionadas

Páscoa Páscoa (Adélia Prado) Velhice é um modo de sentir frio que me assalta e um...
Cítara mística Cítara mística (Augusto dos Anjos) Cantas... E eu ouço etérea cavatina! Há...
Stella (1775, “espetácul... Stella (1775, "espetáculo para amantes") - resumo (Johann Wofgang von Goethe) ...
O que diz a morte O que diz a morte (Antero de Quental) Deixai-os vir a mim, os que lidaram; D...

Deixe uma resposta