A vida assim nos afeiçoa

Print Friendly, PDF & Email

A vida assim nos afeiçoa (Manuel Bandeira)

Se fosse dor tudo na vida,
Seria a morte o grande bem.
Libertadora, apetecida,
A alma dir-lhe-ia, ansiosa: – “Vem!

Mas horas há que marcam fundo…
Feitas, em cada um de nós,
De eternidades de segundo,
Cuja saudade extingue a voz.

A vida assim nos afeiçoa,
Prende. Antes fosse toda fel!
Que ao se mostrar às vezes boa,
Ela requinta em ser cruel…

Publicações relacionadas

Hagamos un trato Hagamos un trato (Mario Benedetti) do livro ...
Rebelado Rebelado (Augusto dos Anjos) Ri tua face um riso acerbo e doente, ...
Navio que Partes Navio que Partes (Alberto Caeiro) Navio que partes para longe, Por que é ...
Pensar em Deus Pensar em Deus (Alberto Caeiro) De O ...

Deixe uma resposta