Cristo de Bronze

Print Friendly, PDF & Email

Cristo de Bronze (Cruz e Souza)

Ó Cristos de ouro, de marfim, de prata,
Cristos ideais, serenos, luminosos,
Ensangüentados Cristos dolorosos
Cuja cabeça a Dor e a Luz retrata.

Ó Cristos de altivez intemerata,
Ó Cristos de metais estrepitosos
Que gritam como os tigres venenosos
Do desejo carnal que enerva e mata.

Cristos de pedra, de madeira e barro…
Ó Cristo humano, estético, bizarro,
Amortalhado nas fatais injurias…

Na rija cruz aspérrima pregado
Canta o Cristo de bronze do Pecado,
Ri o Cristo de bronze das luxúrias!…

Publicações relacionadas

Quem faz a História Quem faz a História (Bertold Brecht) Quem construiu a Tebas das sete portas? ...
Os homens Os homens (Cora Coralina) Em água e vinho se definem os homens. Homem água...
Ceticismo Ceticismo (Augusto dos Anjos) Desci um dia ao tenebroso abismo, Onde a dúvid...
Pronominais Pronominais (Oswald de Andrade) Dê-me um cigarro Diz a gramática Do profe...

Deixe uma resposta