Eu

Print Friendly, PDF & Email

Eu (Paulo Leminski)

eu
quando olho nos olhos
sei quando uma pessoa
está por dentro
ou está por fora

quem está por fora
não segura
um olhar que demora

de dentro de meu centro
este poema me olha.

Publicações relacionadas

Para un príncipe enano Para un príncipe enano (José Martí) Para un príncipe enano !Venga mi caballer...
Meto-me para Dentro Meto-me para Dentro (Alberto Caeiro) ...
Ode à mordaça Ode à mordaça (Mario Benedetti) Do livro "Inv...
Anelo Anelo (Johann Wofgang von Goethe) Tradução de Manuel Bandeira Só aos sáb...

Deixe uma resposta