Eu

Print Friendly, PDF & Email

Eu (Paulo Leminski)

eu
quando olho nos olhos
sei quando uma pessoa
está por dentro
ou está por fora

quem está por fora
não segura
um olhar que demora

de dentro de meu centro
este poema me olha.

Publicações relacionadas

Versos de orgulho Versos de orgulho (Florbela Espanca) O mundo quer-me mal porque ninguém Tem ...
Com licença poética Com licença poética (Adélia Prado) Quando nasci um anjo esbelto, desses que ...
O Pântano O Pântano (Augusto dos Anjos) No alheamento da obscura forma humana, De que...
Barcarola Barcarola (Augusto dos Anjos) Barcarola Cantam nautas, choram flautas Pel...

Deixe uma resposta