Intimidade

Print Friendly, PDF & Email

Intimidade (Mario Benedetti)

Tradução

Sonhamos juntos
juntos despertamos
o tempo faz e desfaz
enquanto isso

não lhe importam teus sonhos
nem meus sonhos
somos rudes
ou demasiado cuidadosos

pensamos que não cai
essa gaivota
cremos que é eterno
este exorcismo
que a batalha é nossa
ou de ninguém

juntos vivemos
sucumbimos juntos
mas essa destruição
é uma piada
um detalhe uma brisa
um vestígio
um abrir-se e fechar-se
o paraíso

já nossa intimidade
é tão grande
que a morte a esconde
em seu vazio
quero que me conte
o luto que te calas
de minha parte te ofereço
minha última confiança

estas só
estou só
mas às vezes
pode a solidão
ser
uma chama.

Publicações relacionadas

um bom poema um bom poema (Paulo Leminski) leva anos cinco jogando bola, mais cinco estu...
Pensão familiar Pensão familiar (Manuel Bandeira) Jardim da pensãozinha burguesa. Gatos espa...
Se souberas falar também falar... Se souberas falar também falarás (Gregório de Matos) Se souberas falar também...
Porquinho-da-Índia Porquinho-da-Índia (Manuel Bandeira) Quando eu tinha seis anos Ganhei um por...

Deixe uma resposta