Já me matei faz muito tempo

Print Friendly, PDF & Email

Já me matei faz muito tempo (Paulo Leminski)

já me matei faz muito tempo
me matei quando o tempo era escasso
e o que havia entre o tempo e o espaço
era o de sempre
nunca mesmo o sempre passo

morrer faz bem à vista e ao baço
melhora o ritmo do pulso
e clareia a alma

morrer de vez em quando
é a única coisa que me acalma

Publicações relacionadas

Pecadora Pecadora (Augusto dos Anjos) Arte ingrata! E conquanto, em desalento, A órb...
Los Pocillos Los Pocillos (Mario Benedetti) Los pocillos eran seis: dos rojos, dos negr...
Difícil fotografar o silêncio... Difícil fotografar o silêncio. (Manoel de Barros) Difícil fotografar o silênc...
Leitura Leitura (Adélia Prado) Era um quintal ensombrado, murado alto de pedras. Às...

Deixe uma resposta