Lembrem de mim

Print Friendly, PDF & Email

Lembrem de mim (Paulo Leminski)

lembrem de mim
como de um
que ouvia a chuva
como quem assiste missa
como quem hesita, mestiça,
entre a pressa e a preguiça

Publicações relacionadas

Permanência Permanência (Adolfo Casais Monteiro) Não peçam aos poetas um caminho. O poeta...
Muito mais grave Muito mais grave (Mario Benedetti) Tradução Todas as partes de minha vida ...
Fuzilamento Fuzilamento (Nicolás Guillén) De...
Se o Homem Fosse Se o Homem Fosse (Alberto Caeiro) Se o homem fosse, como deveria ser, Não...

Deixe uma resposta