Oh ! Páginas da Vida que Eu Amava

Print Friendly, PDF & Email

Oh ! Páginas da Vida que Eu Amava (Alvares Azevedo)

Oh! Páginas da vida que eu amava,
Rompei-vos! nunca mais! tão desgraçado! …
Ardei, lembranças doces do passado!
Quero rir-me de tudo que eu amava!

E que doudo que eu fui! como eu pensava
Em mãe, amor de irmã! em sossegado
Adormecer na vida acalentado
Pelos lábios que eu tímido beijava!

Embora — é meu destino. Em treva densa
Dentro do peito a existência finda
Pressinto a morte na fatal doença!

A mim a solidão da noite infinda!
Possa dormir o trovador sem crença
Perdoa minha mãe – eu te amo ainda!

Publicações relacionadas

Só (Florbela Espanca) Eu tenho pena da Lua! Tanta pena, coitadinha, Quando ...
Os poemas Os poemas (Mário Quintana) Os poemas são pássaros que chegam não se sabe de ...
Sete poemas portugueses (4) Sete poemas portugueses (4) (Ferreira Gullar) Nada vos oferto além destas m...
Pouco a Pouco Pouco a Pouco (Alberto Caeiro) Pouco a pouco o campo se alarga e se doura. ...

Deixe uma resposta