Precursores

Print Friendly, PDF & Email

Precursores (Walt Whitman)

Como são eles colocados sobre a terra
(surgindo a intervalos),
como são caros e terríveis para o mundo,
como eles se habituam a si mesmos
assim como aos demais
– que paradoxo chega a parecer
o tempo deles –
como as pessoas respondem a eles
ainda que os não conheçam,
como algo de intransigente persiste
na sorte deles em todos os tempos,
como todos os tempos
escolhem mal as coisas
com que os adular e os recompensar,
e como o mesmo preço inexorável
há de ser pago ainda
pela mesma grandeza
encomendada.

Publicações relacionadas

Vox Victiae Vox Victiae (Augusto dos Anjos) Morto! Consciência quieta haja o assassino ...
Maria Maria (Antero de Quental) Tenho cantado esperancas... Tenho falado d'amores...
Ausência Ausência (Vinicius de Moraes Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os...
A Ilha de Cipango A Ilha de Cipango (Augusto dos Anjos) Estou sozinho! A estrada se desdobra C...

Deixe uma resposta