Não me fechem as portas

Print Friendly, PDF & Email

Não me fechem as portas (Walt Whitman)

Não me fechem as portas, orgulhosas
bibliotecas,
pois justamente o que estava faltando
em suas prateleiras apinhadas,
é o que venho trazer
– mal acabando de sair da guerra,
um livro que escrevi:
pelas palavras do meu livro, nada;
pelas intenções, tudo!
Um livro à margem,
sem nada a ver com os restantes,
e que não pode ser sentido só
com o intelecto
Vocês, porém, com seus silêncios latentes,
a cada página hão de estremecer
maravilhadas.

Publicações relacionadas

Tática e estratégia Tática e estratégia (Mario Benedetti) Tradução Minha tática é olhar-te a...
Ontem o Pregador Ontem o Pregador (Alberto Caeiro) Ontem o pregador de verdades dele F...
Poética Poética (Federico Garcia Lorca) (Lo...
Canção Canção (Fernando Pessoa) Silfos ou gnomos tocam?... Roçam nos pinheirais ...

Deixe uma resposta