Saudação de natal

Print Friendly, PDF & Email

Saudação de natal (Walt Whitman)

Tradução de Oswaldino Marques

Bem-vindo sejas, irmão brasileiro! – teu amplo lugar está pronto;
Um sorriso te enviamos do norte mão afetuosas – uma urgente
saudação cheia de sol!
(Que o futuro se haja sozinho, onde quer que surjam transtornos
e obstáculos,
Nossas, nossas as agruras do presente, o fim democrático, a
aceitação e a fé)
Para ti, neste dia, nossos braços se estendem, nosso rosto se volta
Sobre ti nosso olhar apira esperançoso.

Nota: Um dos últimos poemas de Whitman, supõem-se que
a homenagem a nosso país se deve a emancipação dos
escravos.

Publicações relacionadas

Trem de ferro Trem de ferro (Manuel Bandeira) Café com pão Café com pão Café com pão V...
Nacos de Nuvem Nacos de Nuvem (Vladmir Maiakowski) No céu flutuavam trapos de nuvem - quat...
Poetas Poetas (Florbela Espanca) Ai as almas dos poetas Não as entende ninguém; Sã...
Reflexão no.1 Reflexão no.1 (Murilo Mendes) Ninguém sonha duas vezes o mesmo sonho Ninguém...

Deixe uma resposta