Sonhos

Print Friendly, PDF & Email

Sonhos (Florbela Espanca)

Ter um sonho, um sonho lindo,
Noite branda de luar,
Que se sonhasse a sorrir…
Que se sonhasse a chorar…

Ter um sonho, que nos fosse
A vida, a luz, o alento,
Que a sonhar beijasse doce
A nossa boca… um lamento…

Ser pra nós o guia, o norte,
Na vida o único trilho;
E depois ver vir a morte

Despedaçar esses laços!…
…É pior que ter um filho
Que nos morresse nos braços!

Publicações relacionadas

Permanência Permanência (Adolfo Casais Monteiro) Não peçam aos poetas um caminho. O poeta...
Veinte poemas de amor y una ca... Veinte poemas de amor y una canción desesperada - 06 (Pablo Neruda) Te recuer...
Arte poética Arte poética (Mario Benedetti) Do livro "Per...
Amor de ciudad grande Amor de ciudad grande (José Martí) De gorja son y rapidez los tiempos. Corre...

Deixe uma resposta