Sonhos

Print Friendly, PDF & Email

Sonhos (Florbela Espanca)

Ter um sonho, um sonho lindo,
Noite branda de luar,
Que se sonhasse a sorrir…
Que se sonhasse a chorar…

Ter um sonho, que nos fosse
A vida, a luz, o alento,
Que a sonhar beijasse doce
A nossa boca… um lamento…

Ser pra nós o guia, o norte,
Na vida o único trilho;
E depois ver vir a morte

Despedaçar esses laços!…
…É pior que ter um filho
Que nos morresse nos braços!

Publicações relacionadas

O que diz a morte O que diz a morte (Antero de Quental) Deixai-os vir a mim, os que lidaram; D...
Prodígio! Prodígio! (Cruz e Souza) Como o Rei Lear não sentes a tormenta Que te desaba...
O conselheiro na crônica do br... O conselheiro na crônica do bruxo(Machado de Assis) ...
Rosário Rosário (Vinicius de Moraes E eu que era um menino puro Não fui perder minha...

Deixe uma resposta