Um homem pessimista

Print Friendly, PDF & Email

Um homem pessimista (Bertold Brecht)

Um homem pessimista
É tolerante.
Ele sabe deixar a fina cortesia desmanchar-se na língua
Quando um homem não espanca uma mulher
E o sacrifício de uma mulher que prepara café para
seu amado
Com pernas brancas sob a camisa –
Isto o comove.
Os remorsos de um homem que
Vendeu o amigo
Abalam-no, a ele que conhece a frieza do mundo
E como é sábio
Falar alto e convencido
No meio da noite.

Publicações relacionadas

Espelho Espelho (Mário Quintana) Por acaso, surpreendo-me no espelho: Quem é esse qu...
Você e nós Você e nós (Mario Benedetti) Tradução Vocês quando amam exigem bem estar ...
Pálida Inocência Pálida Inocência (Álvares de Azevedo) Cette image du ciel - innocence et beau...
Versos de um coveiro Versos de um coveiro (Augusto dos Anjos) Numerar sepulturas e carneiros, Red...

Deixe uma resposta