Vai Alta no Céu

Print Friendly, PDF & Email

Vai Alta no Céu (Alberto Caeiro)
Vai alta no céu a lua da Primavera
Penso em ti e dentro de mim estou completo.

Corre pelos vagos campos até mim uma brisa ligeira.
Penso em ti, murmuro o teu nome; e não sou eu: sou feliz.

Amanhã virás, andarás comigo a colher flores pelo campo,
E eu andarei contigo pelos campos ver-te colher flores.
Eu já te vejo amanhã a colher flores comigo pelos campos,
Pois quando vieres amanhã e andares comigo no campo a colher flores,
Isso será uma alegria e uma verdade para mim.

Publicações relacionadas

Incenso Fosse Música Incenso Fosse Música (Paulo Leminski) isso de querer ser exatamente aqui...
O tonel do ódio O tonel do ódio (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Alvaro Reis O ...
1º Soneto a Maria dos Povos 1º Soneto a Maria dos Povos (Gregório de Matos) Discreta e formosíssima Maria...
Desejos Vãos Desejos Vãos (Florbela Espanca) Eu queria ser o Mar de altivo porte Que ri ...

Deixe uma resposta