A uma senhora que me pediu versos

Print Friendly, PDF & Email
A uma senhora que me pediu versos(Machado de Assis)

Pensa em ti mesma, acharás
Melhor poesia,
Viveza, graça, alegria,
Doçura e paz.

Se já dei flores um dia,
Quando rapaz,
As que ora dou têm assaz
Melancolia.

Uma só das horas tuas
Valem um mês
Das almas já ressequidas.

Os sóis e as luas
Creio bem que Deus os fez
Para outras vidas.

Publicações relacionadas

O que aconteceu O que aconteceu (Vladmir Maiakowski) Tradução de ...
Cristo de Bronze Cristo de Bronze (Cruz e Souza) Ó Cristos de ouro, de marfim, de prata, ...
Felicidade clandestina (trecho... Felicidade clandestina(Clarice Lispecto) " Às vezes sentava-se na rede, bal...
Cítara mística Cítara mística (Augusto dos Anjos) Cantas... E eu ouço etérea cavatina! Há...

Deixe uma resposta