A Você

Print Friendly, PDF & Email

A Você (Walt Whitman)

Tradução de Mário Ferreira dos Santos

Seja você quem for,
receio que você esteja
trilhando as trilhas das ilusões:
receio que essas supostas realidades
venham a derreter-se de baixo dos seus pés
e suas mãos
mesmo agora os seus traços, alegrias,
conversa, casa, negócios, costumes,
maneiras, preocupações, loucuras, crimes,
dissipam-se a afastar-se de você,
e diante de mim surge
você em corpo e alma verdadeiros,
à parte das tarefas, do comércio, lojas,
trabalho, fazendas, roupas, a casa,
comprar, vender, comer, beber, sofrer, morrer.

Publicações relacionadas

Mulher e Gata Mulher e Gata (Paul Verlaine) Ela brincava com a gata E era admirável ver as...
El puñal El puñal (Jorge Luis Borges) En un cajón hay un puñal. Fue forjado en Toled...
Sou um caso perdido Sou um caso perdido (Mario Benedetti) Do liv...
Canto da estrada real – ... Canto da estrada real - 01 (Walt Whitman) Traduç...

Deixe uma resposta