Chove. É dia de Natal

Print Friendly, PDF & Email

Chove. É dia de Natal (Fernando Pessoa)

Chove. É dia de Natal.
Lá para o Norte é melhor:
Há a neve que faz mal,
E o frio que ainda é pior.
E toda a gente é contente
Porque é dia de o ficar.
Chove no Natal presente.
Antes isso que nevar.

Pois apesar de ser esse
O Natal da convenção,
Quando o corpo me arrefece
Tenho o frio e Natal não.

Deixo sentir a quem quadra
E o Natal a quem o fez,
Pois se escrevo ainda outra quadra
Fico gelado dos pés.

Publicações relacionadas

El Principito – XXI El Principito - XXI (Antoine de Saint-Exupéry) ... A raposa calou-se e consi...
Um beijo que tivesse um blue Um beijo que tivesse um blue (Ana Cristina Cesar) Um Beijo que tivesse um b...
Embriaga-te Embriaga-te (Charles Pierre Baudelaire) Deve- se estar sempre bêbado. É a úni...
Canção da Parada do Lucas Canção da Parada do Lucas (Manuel Bandeira) Parada do Lucas — O trem não par...

Deixe uma resposta