Cultivo una rosa blanca

Print Friendly, PDF & Email

Cultivo una rosa blanca (José Martí)

De Versos Sencillos (1894)

XXXIV

Cultivo una rosa blanca
En Julio como en Enero
Para el amigo sincero
Que me da su mano franca

Y para el cruel que me arranca
El corazón con que vivo
Cardo ni ortiga cultivo
cultivo una rosa blanca

Publicações relacionadas

A cabeleira A cabeleira (Charles Pierre Baudelaire) ...
Às Vezes Às Vezes (Alberto Caeiro) De O Guar...
Os Espelhos Os Espelhos (Jorge Luis Borges) Tradução Eu que senti o horror dos espelho...
O Utopista O Utopista (Murilo Mendes) Ele acredita que o chão é duro Que todos os homen...

Deixe uma resposta