Idealização da Humanidade Futura

Print Friendly, PDF & Email

Idealização da Humanidade Futura (Augusto dos Anjos)

Rugia nos meus centros cerebrais
A multidão dos séculos futuros
— Homens que a herança de ímpetos impuros
Tornara étnicamente irracionais! —

Não sei que livro, em letras garrafais,
Meus olhos liam! No húmus dos monturos,
Realizavam-se os partos mais obscuros,
Dentre as genealogias animais!

Como quem esmigalha protozoários
Meti todos os dedos mercenários
Na consciência daquela multidão…

E, em vez de achar a luz que os Céus inflama,
Somente achei moléculas de lama
E a mosca alegre da putrefação!

Publicações relacionadas

Se eu fosse um padre Se eu fosse um padre (Mário Quintana) Tão lenta e serena e bela e majestosa [v...
Dialética Dialética (Vinicius de Moraes É claro que a vida é boa E a alegria, a única...
O sol O sol (Charles Pierre Baudelaire) Trad...
Ontem à Tarde Ontem à Tarde (Alberto Caeiro) De O...

Deixe uma resposta