Preceito 10

Print Friendly, PDF & Email

Preceito 10 (Gregório de Matos)

Graças a Deus que cheguei

a coroar meus delitos

com o décimo preceito,

no qual tenho delinqüido.

Desejo, que todos amem,

seja pobre, ou seja rico,

e se contentem com a sorte,

que têm, e estão possuindo.

Quero finalmente, que

todos, quantos têm ouvido,

pelas obras, que fizerem,

vão para o Céu direitinhos.

Publicações relacionadas

A Ilha de Cipango A Ilha de Cipango (Augusto dos Anjos) Estou sozinho! A estrada se desdobra C...
O Canto Dos Presos O Canto Dos Presos (Augusto dos Anjos) Troa, a alardear bárbaros sons abstrus...
Todas as Opiniões Todas as Opiniões (Alberto Caeiro) Todas as opiniões que há sobre a Naturez...
Galope Galope (Rafael Alberti) Las tierras, las tierras, las tierras de España, la...

Deixe uma resposta