A ponto de partir

Print Friendly, PDF & Email

A ponto de partir (Ana Cristina Cesar)

A ponto de
partir, já sei
que nossos olhos
sorriam para sempre
na distância.
Parece pouco?
Chão de sal grosso, e ouro que se racha.
A ponto de partir, já sei que nossos olhos sorriem na distância.
Lentes escuríssimas sob os pilotis.

Publicações relacionadas

Sou um Guardador de Rebanhos Sou um Guardador de Rebanhos (Alberto Caeiro) ...
O Último Número O Último Número (Augusto dos Anjos) Hora da minha morte. Hirta, ao meu lado, ...
Sonhador Sonhador (Cruz e Souza) Por sóis, por belos sóis alvissareiros, N...
Adolescente Adolescente (Vladmir Maiakowski) A juventude tem mil ocupações. Estudamos gr...

Deixe uma resposta